Esfoliantes: melhores tratamentos naturais

Foto: JLB Enjoy/Pixabay
0

Os esfoliantes são uma excelente maneira de rejuvenescer a pele, diminuir a oleosidade e garantir um visual mais jovem e hidratado. Muito se fala sobre esfoliação da pele e como ela pode ser feita em casa, sem a necessidade de ir até um profissional. 

Isso realmente é verdade, mas para evitar erros na hora de usar produtos em sua pele, é fundamental entender como eles funcionam, quais são os tipos e a frequência em que a esfoliação deve ser realizada. 

Tudo isso e muito mais você poderá encontrar a seguir, inclusive os melhores tratamentos! 

O que são esfoliantes? 

Os esfoliantes são cosméticos preparados com ingredientes especiais, cuja função é eliminar as camadas superficiais do estrato córneo, para realizar a renovação das células e, assim, melhorar a aparência e as características da pele. 

Ao atuarem na diminuição do que precisa ser extraído do organismo, os esfoliantes ainda contribuem para estimular a permeabilidade cutânea de quando a pele receber mais cosméticos. 

Além dos produtos esfoliantes à venda, há aqueles mais naturais que podem ser preparados por conta própria. 

Tipos de esfoliantes 

Há basicamente dois tipos de esfoliantes principais: os químicos e físicos. O primeiro deles possui uma fórmula geralmente composta por ativos que irritam a pele e, assim, é realizada a descamação das células dessa camada córnea. 

Esse tipo de esfoliante possui uma ação mais agressiva e a descamação pode ser observada até uma semana após sua aplicação. 

O uso destes produtos deve ser mais cauteloso, principalmente em pessoas com histórico de alergia ou que possuem uma pele muito sensível. 

Já os esfoliantes físicos são compostos por micropartículas que realizam abrasão direta sobre a pele por meio de movimentos manuais que são realizados em sua aplicação.

Geralmente, eles podem ser aplicados em casa e possuem uma ação menos agressiva. Esse tipo de esfoliação não causa descamação, sendo indicado fazer uma vez por semana nas peles com queratinização. 

Quando esfoliar a pele? 

A esfoliação da pele pode trazer muitos benefícios. Para as mulheres que depilam, por exemplo, pode ser recomendado esfoliar 3 dias antes do procedimento e 3 dias depois, para evitar que os novos pelos encravem. 

De modo geral, é indicado fazer a esfoliação no rosto uma vez por semana, podendo chegar a duas vezes no caso de peles muito oleosas. 

Benefícios de esfoliar a pele 

A esfoliação, seja ela corporal ou na face, tem o objetivo de limpar, renovar e hidratar a pele e, portanto, traz vários benefícios, como:

  • Combater a celulite, ajudando a eliminar toxinas do corpo, 
  • Estimular a circulação sanguínea, melhorando a textura da pele, 
  • Remover as células mortas, 
  • Ajuda a desobstruir os poros, 
  • Combate as rugas e linhas de expressão suavizando aquelas já existentes, 
  • Ajuda a eliminar manchas de acnes, 
  • Estimula a produção de novas células, 
  • Ajuda a combater a oleosidade em excesso, 
  • Aumenta a capacidade da pele de absorver nutrientes e muito mais. 

Esfoliantes naturais 

O indicado é sempre optar por esfoliantes naturais, afinal, eles possibilitam que você faça receitas caseiras e, assim, seja muito mais prático e também econômico. Eles podem ser comprados em qualquer farmácia ou em supermercados. 

Você pode usar como esfoliante natural o bicarbonato de sódio, a aveia, o café e até mesmo o açúcar granulado. É indicado consultar um dermatologista, pedindo recomendações para conseguir preparar e usar esfoliantes naturais em casa. 

Cuidados ao esfoliar a pele 

Para realizar a esfoliação da pele, é preciso ter alguns cuidados que são ainda mais importantes para pessoas com a pele sensível ou que possuam alguma lesão de acne.

 Você deve se certificar que está usando esfoliantes com as propriedades certas para o seu tipo de pele, além de fazê-la com a frequência adequada. 

No caso das pessoas com pele sensível, o cuidado deve ser redobrado, pois a esfoliação pode deixá-la ainda mais rosado, por exemplo, podendo causar até mesmo uma espécie de alergia. 

Como esfoliar peles seca, oleosa e mista? 

Cada tipo de pele possui determinadas exigências quando falamos sobre a esfoliação. No caso das normais a secas, por exemplo, ela pode ser realizada de uma a duas vezes por semana, pois tendem a renovar as células de forma mais lenta. 

Já as peles oleosas e mistas podem receber esfoliação de duas a três vezes por semana para ajudar a desobstruir os poros e também diminuir o surgimento de cravos, assim como controlar a oleosidade. 

Já as peles sensíveis podem receber fazer o procedimento a cada 15 dias, mas de forma  especialmente suave. Para peles maduras, ou seja, de mulheres com mais idade, o ideal é que a esfoliação também seja realizada em torno de duas vezes por semana. 

Por último, as peles com acnes devem evitar a esfoliação, pois há riscos das pústulas (pequena elevação da epiderme, na camada mais externa da pele, com pus) se romperem. 

Melhores tratamentos esfoliantes naturais 

Há alguns esfoliantes naturais que se destacam entre os demais por serem ainda mais benéficos e trazerem resultados mais eficazes. Muitos deles são ingredientes presentes no seu dia a dia que podem ser usados, sendo a excelentes tratamentos para a sua pele. 

Uma combinação muito usada, por exemplo, é a de mel com açúcar que gera um esfoliante natural muito recomendado para peles mistas e oleosas. Já para as secas, o ideal é englobar óleos de amêndoas e essencial de hortelã.

 Você deve se certificar de que não é alérgico a nenhum ingrediente e sempre buscar a recomendação de um dermatologista. 

Receitas de esfoliantes naturais 

A seguir, confira algumas receitas de esfoliantes caseiros naturais para diferentes tipos de pele:

Mista e oleosa

  • 4 colheres de sopa de água morna; 
  • 2 colheres de mel; 
  • 5 colheres de açúcar. 

Você deve misturar tudo e aplicar sobre a sua pele, esfregando e massageando suavemente. 

Pele sensível

  • 1 colher de sopa de mel; 
  • 125 ml de iogurte natural; 
  • 30 gramas de açúcar; 
  • 4 morangos frescos. 

Misture tudo até virar uma pasta consistente e aplique sobre a pele, sempre com movimentos circulares. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.